Ministério Público desrespeita autonomia de delegados em Santa Fé do Sul

Ministério Público desrespeita autonomia de  delegados em Santa Fé do Sul

A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP) levou ao conhecimento da Secretaria Executiva da Polícia Civil de São Paulo o caso de desrespeito aos delegados de Santa Fé do Sul. Em reunião com o secretário executivo, Dr. Youssef Abou Chahin, o presidente da ADPESP, Márcio Marques Ramalho apresentou a situação que vem acontecendo na região.

Conforme relato do delegado do município, Marcelo Sales França, o Ministério Público (MP) tem desrespeitado a autonomia técnico-jurídica dos delegados. De acordo com ele, um promotor de Justiça vem se manifestando de forma depreciativa em relação à conduta dos delegados de Polícia, chegando a recomendar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a Instituição.

Márcio Ramalho classificou a conduta do promotor como ofensiva, destoando daquela que normalmente se espera de um membro do MP. O presidente da Associação afirmou ainda que o respeito entre as Instituições é vital para o Sistema de Justiça Criminal. Ramalho também colocou o departamento jurídico da ADPESP à disposição dos delegados da região de Jales.

O secretário executivo da Polícia Civil afirmou que o delegado deve ter suas prerrogativas respeitadas, especialmente sua convicção e autonomia técnico-jurídica. Dr. Youssef acrescentou ainda que fará contato com a Procuradoria Geral de Justiça, buscando reforçar o respeito aos delegados de Polícia.

A reunião, realizada na Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-SP), na última terça-feira, 19, foi acompanhada pelo delegado assistente da Secretaria Executiva, Dr. Luis Segantin Junior, pelos diretores da ADPESP, André Pereira e Rodrigo Lacordia, e por Marcelo Sales França, delegado de Polícia em Santa Fé do Sul.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.