Idosas com Covid morrem à espera de leito intensivo em Jales

Idosas com Covid morrem à espera de leito intensivo em Jales

A Secretaria de Saúde de Jales (SP) informou que duas idosas, de 73 e 85 anos, morreram à espera leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os óbitos ocorreram entre domingo (23) e segunda-feira (24).

As duas mulheres tinham testado positivo para a Covid-19, estavam internadas na Unidade de Pronto Atendimento (UTI) e ficaram de três a quatro dias aguardando transferência. Em dezembro, a Santa Casa de Jales fechou todos os leitos destinados a pacientes com suspeita ou diagnóstico positivo de Covid-19, pois os números de casos estavam baixos.

Desde então, o Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP) é a referência para os pacientes da região noroeste paulista. O problema é que a instituição também está sofrendo com superlotação. Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde afirmou que as transferências não dependem apenas da disponibilidade de vagas, mas também do estado clínico dos pacientes.

A pasta disse ainda que a abertura de novos leitos tem sido constante nas últimas semanas na região de Rio Preto, e que a reabertura não é função exclusiva do estado, mas também da União e das prefeituras.

A prefeitura e a administração da Santa Casa de Jales alegaram que negociam com o estado a reabertura de leitos. Desde o início da pandemia, Jales acumula 10.748 moradores contaminados pela Covid-19. Deste total, 9.154 estão recuperados e 280 vieram a óbito por conta de complicações provocadas pela doença.

Fonte: G1 Rio Preto e Araçatuba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.