Geraldo Alckmin se desfilia do PSDB e poderá ser vice de Lula

Geraldo Alckmin se desfilia do PSDB e poderá ser vice de Lula

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) se desfiliou do PSDB nesta quarta-feira (15) após mais de 33 anos no partido. Ele entregou a carta de desfiliação ao diretório municipal do partido que ajudou a fundar.

Nos últimos dias, tem se aventado uma possível chapa para a Presidência da República de Alckmin com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em conversa reservada com dirigentes da Força Sindical, Lula deu sinal verde para uma mobilização de sindicalistas em defesa de uma chapa com ele como candidato a presidente e, como vice, o ex-governador Geraldo Alckmin, de saída do PSDB.

Questionado por sindicalistas do que achava dessa conversa com Alckmin, Lula foi direto: “Continuem incentivando”. No 9° Congresso da Força Sindical, o petista deu uma sinalização de que gostaria de fechar a chapa com Alckmin para a disputa de 2022.

“É uma pessoa que respeito muito, gosto muito. Sempre tive grande relação, sempre foi um bom governador. É um bom nome”, disse Lula segundo um participante relatou ao blog do Gerson Camarotti.

“O cara é bom. Continuem insistindo para compor a chapa. Foi bom para São Paulo como governador e vai ser bom vice para o Brasil. O Alckmin é uma pessoa honesta”, acrescentou Lula de acordo com outro relato.

O partido se manifestou pelo Twitter: “O ex-governador Geraldo Alckmin, de forma cordial, fez uma ligação ao presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, confirmando sua desfiliação. Em sua passagem de mais de três décadas pelo PSDB, Alckmin foi deputado federal, vice-governador, governador de São Paulo por quatro vezes, candidato à presidência por duas vezes e também presidente nacional do partido”.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *